Alice e Luiz - Revendedores ANEW
Pesquisa Avançada
Carrinho de compras
Itens 0
Total(R$) 0,00

 Home Categorias Contato Estilo de Vida Kushi Macro Bios Prebióticos Entrar Carrinho Pagar 

Categorias
Categorias 
Lista de Produtos 
Alimentação
Beleza Integral
Emma AZ-X
Kushi Macro Bios
Suplementos Nutricionais

Publicidade

Novidades
1. Sophia Collagène - 90 unidades de 8g cada
2. LINHAÇANEW 120 CAPS
3. CAMELLIA Sinensis Original 30 Sachês
4. ÓLEO DE CÔCO 60 CAPS
5. Floranew Detolia Premium - ACOMPANHA ÁGUA -
6. Suncogumelo 540 cápsulas
7. Suncogumelo 150 cápsulas
8. Sophia Collagène - 30 unidades de 8g cada
9. Floranew Detolia Premium
10. MARACANEW 250g

Mais Vendidos
1. FLORANEW - 90 saches
2. DIA CHLORELLA 300 G 1500 comp
3. SQUALENE 99 120 CAPS
4. DIA CHLORELLA 80 G 400 comp
5. DIA CHLORELLA 80 G 320 comp
6. DIA CHLORELLA 300 G 1200 comp
7. GELÉIA REAL ANB-48 100 G
8. GELEVIAMIN 150 CAPS
9. SQUALENE 99 480 CAPS
10. DHA 140 CAPS

Seu Endereço IP
Por segurança seu IP é registrado:  3.81.28.94


Publicidade:


Saúde: Artigos - Chlorella - Anew

Saúde: Artigos - Chlorella

Você Saudável
Artigos
Chlorella -
Mau Colesterol pode ser controlado com ajuda de microalga Chlorella

Uma microalga pode ser a mais nova arma no controle do colesterol, principalmente do tipo LDL (sigla em inglês para low-density lipoprotein), que em excesso pode representar riscos à saúde. Pacientes suplementadas com doses diárias de chlorella pyrenoidosa durante oito semanas tiveram, ao fim dos experimentos, a concentração de LDL reduzida de 147 miligramas por decilitro (mg/dL) para 120 mg/dL, em média.

"As concentrações saíram de um valor limítrofe do recomendável e atingiram patamares considerados desejáveis", relata a nutricionista Érica Martins Gomes Chaves, que apresentou os resultados à Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP, em sua dissertação de mestrado.

O Estudo também constatou que houve uma redução dos triglicerídeos, que são lipídios constituídos por três cadeias de ácidos graxos que, assim como a LDL, constituem um fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares (DCV). Neste caso, as concentrações estavam em torno de 149 mg/dL e passaram a 128mg/dL, nível considerado saudável.

Além disso, também foram observadas mudanças antropométricas nas pacientes, como perda de peso de 4 quilos em média e redução no Índice de Massa Corpórea (IMC). A pesquisadora adverte, no entanto, que os resultados não são definitivos, podendo estar sujeitos a alguns fatores, como a motivação das voluntárias e a saciedade provocada pela ingestão diária dos comprimidos. "Foi verificada a variável, mas não se isolou possíveis interferências", explica.

Érica acrescenta ainda que as pacientes reduziram, sem que isso fosse solicitado, a quantidade de alimento ingerida, o que provavelmente interferiu nos resultados. "É possível afirmar apenas que a suplementação com a microalga colaborou na redução do consumo alimentar, fazendo com que as pacientes perdessem peso. Conseqüentemente, isso fez com que elas tivessem seus perfis lipídicos melhorados."

Apesar dos resultados positivos, Érica ressalta que a suplementação baseada na chlorella não é aconselhável para todos os casos. "Cerca de 70% do colesterol no organismo é o próprio metabolismo que produz. O ideal é que as concentrações de HDL (sigla em inglês para high-density lipoprotein), o "bom" colesterol, sejam aumentadas e as de LDL reduzidas por uma dieta balanceada". Segundo ela, a regulação por fármacos só deve acontecer se a concentração no sangue (ou sérica) estiver extremamente elevada e a pessoa não responder à dieta ou se for constatado que o organismo está comprometido por problemas fisiológicos.

Pesquisa

Os estudos de Érica foram realizados com três grupos de mulheres dislipidêmicas (com alterações nas concentrações de lipídios séricos como colesterol, LDL e triglicerídeos) entre 21 e 45 anos, sendo que um deles recebia apenas placebo. Os outros dois recebiam doses de 5 e 10 g de chorella. Os resultados mais significativos foram observados principalmente neste último grupo, mas mesmo o que recebeu uma menor quantidade da microalga apresentou resultados positivos, como a redução no colesterol sérico.

A pesquisa teve apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e foi orientada pelo professor Júlio Tirapegui, do Laboratório de Bioquímica da Nutrição da FCE.

Os comprimidos utilizados nos experimentos foram importados por uma empresa Japonesa. As informações são da Agência USP da Universidade de São Paulo.

 
Fonte: Folha de São Paulo

Anew - atitude funcional estilo natural

Dia Chlorella

Lembre-se de que as informações disponibilizadas, não têm o intuito de substituir a consulta
com o seu médico, muito menos devem ser utilizadas como fonte única de informações médicas.

Voltar


 
AHW - Access Home World