Alice e Luiz - Revendedores ANEW
Pesquisa Avançada
Carrinho de compras
Itens 0
Total(R$) 0,00

 Home Categorias Contato Estilo de Vida Kushi Macro Bios Prebióticos Entrar Carrinho Pagar 

Categorias
Categorias 
Lista de Produtos 
Alimentação
Beleza Integral
Emma AZ-X
Kushi Macro Bios
Suplementos Nutricionais

Publicidade

Novidades
1. Sophia Collagène - 90 unidades de 8g cada
2. LINHAÇANEW 120 CAPS
3. CAMELLIA Sinensis Original 30 Sachês
4. ÓLEO DE CÔCO 60 CAPS
5. Floranew Detolia Premium - ACOMPANHA ÁGUA -
6. Suncogumelo 540 cápsulas
7. Suncogumelo 150 cápsulas
8. Sophia Collagène - 30 unidades de 8g cada
9. Floranew Detolia Premium
10. MARACANEW 250g

Mais Vendidos
1. FLORANEW - 90 saches
2. DIA CHLORELLA 300 G 1500 comp
3. SQUALENE 99 120 CAPS
4. DIA CHLORELLA 80 G 400 comp
5. DIA CHLORELLA 80 G 320 comp
6. DIA CHLORELLA 300 G 1200 comp
7. GELÉIA REAL ANB-48 100 G
8. GELEVIAMIN 150 CAPS
9. SQUALENE 99 480 CAPS
10. DHA 140 CAPS

Seu Endereço IP
Por segurança seu IP é registrado:  54.161.96.152


Publicidade:


Prebióticos, probióticos e simbióticos - Anew

Prebiótico Floranew

Prebióticos, probióticos e simbióticos

O intestino humano tem muitas espécies de bactérias essenciais para o perfeito funcio-namento intestinal e para a saúde em geral.
Passamos muito tempo preocupados com o nosso aspecto exterior, mas quantos de nós se preocupam com o aspecto interior, especialmente com o estado do nosso sistema digestivo? Poucos, certamente! Por causa disso, os cientistas não param de trabalhar para que, em função dos atuais conhecimentos, se produzam alimentos que contribuam para a saúde desse sistema tão importante.
Os intestinos digerem os alimentos e absorvem os nutrientes fornecidos por eles. Por outro lado, removem as matérias não aproveitáveis e as toxinas produzidas.
Manter o sistema digestivo em bom funcionamento e de forma saudável, depende de se conseguir manter o bom equilíbrio entre as milhões de bactérias que habitam no intestino.

Bactérias boas e más
Evidências científicas têm mostrado que uma perturbação da microflora intestinal pode ocasionar problemas como indigestão, baixa da imunidade e susceptibilidade a diarréias.
Vários fatores podem estar na origem desse desequilíbrio entre as boas e as más bactérias. Os mais comuns são ingestão freqüente de antibióticos, dietas desequilibradas, estresse e cansaço físico e psicológico.
O intestino humano contém mais de centenas espécies de bactérias, entre elas os gêneros Bifidobacterium e Lactobacillus, que são bactérias benéficas para a saúde. Diversos estudos científicos indicam a importância das bactérias benéficas porque ajudam a manter o bom equilíbrio entre todos os microorganismos do intestino, estimulam a imunidade do intestino e ajudam a prevenir a colonização por bactérias patogênicas. São, por isso, chamadas de probióticas.
A microflora intestinal é importante para a saúde, dada a sua participação nas fermentações que ocorrem ao longo da digestão. Protege-nos contra bactérias patogênicas e melhora a reação do organismo quando é atacado por elementos estranhos.
 

Probióticos, prebióticos e simbióticos
Os nutrientes, que chegam ao intestino por meio da alimentação, influenciam o crescimento e o metabolismo das bactérias que lá habitam. Por isso, tem-se tentado melhorar a atividade dessas bactérias por meio de dieta, na qual os alimentos probióticos podem desempenhar papel importante. Esses alimentos contêm culturas de microorganismos vivos resultantes de fermentações ou de adição de culturas.
São considerados probióticos, os alimentos que contêm uma série de condições referentes aos microorganismos que o compõem. São estas: o fato desses microorganismos resistirem vivos aos processos de produção e ao prazo de validade e também o de apresentarem boa resistência aos ácidos existentes no estômago e nos intestinos.
Além dos alimentos probióticos, existem outros que, em vez de possuírem as culturas de microorganismos benéficos, contêm ingredientes que induzem o crescimento deles. São os chamados alimentos prebióticos. Estes contêm ingredientes alimentares que estimulam seletivamente o crescimento de determinadas bactérias benéficas, de forma que ajudam a melhorar o equilíbrio da microflora intestinal.
Os ingredientes prebióticos mais usados são componentes alimentares semelhantes à fibra dietética (como é o caso da inulina e da oligofrutose) e que estão naturalmente presentes em alimentos como a cebola, o alho, a alcachofra, as leguminosas e os cereais.
Existe uma terceira gama de produtos que envolve a combinação de ingredientes probióticos (bactérias vivas) e ingredientes prebióticos (alimentos para essas bactérias); são os chamados alimentos simbióticos, que reúnem as características dos dois grupos.
Esses três tipos de alimentos engrossam a lista de alimentos chamados funcionais, ou seja, alimentos que, após a produção, dispõem de propriedades às quais são atribuídos potenciais efeitos benéficos para a saúde ou para a prevenção de doenças.
Fonte: http://www.millenniumbcp.pt - publicado em outubro/2003
A Era dos Prebióticos já começou!
os microorganismos benéficos são responsáveis pela saúde do intestino

Pessoas com a flora intestinal ruim
Quando a alimentação é inadequada, quando há sedentarismo, os microorganismos maléficos do intestino encontram um ambiente adequado para se multiplicarem e, ainda, incitam os microorganismos oportunistas a se aliarem e juntos tornam o ambiente do intestino cada vez pior. Como resultado, a atividade dos microorganismos benéficos enfraquecem, originando o surgimento de várias doenças.

Pessoas com a flora intestinal bom
Alimentação correta faz os microorganismos benéficos se multiplicarem cada vez mais, tornando-os bastante ativos e possibilitando formar um ambiente intestinal saudável, consequentemente a saúde de todo o organismo será beneficiada. Exemplos de alimentação correta: a tradicional comida japonesa, os fermentados como o shoyu (molho de soja), o missô (pasta de soja) e a PreB-Floranew.

Anew - atitude funcional estilo natural

 


 
AHW - Access Home World